Educação

Diretores de escolas da rede estadual de ensino subordinadas à Superintendência Regional de Ensino sediada em Conselheiro Lafaiete assinaram nesta sexta-feira 18/01 termos de compromisso para a liberação de recursos para obras de ampliação e reforma da estrutura física dos prédios. A solenidade de assinatura dos documentos aconteceu na Escola Estadual Castelo Branco, em Lafaiete.

Conforme informações da assessoria da Superintendência Regional de Ensino, os recursos contemplarão 16 escolas das 18 cidades sob a jurisdição do órgão e foram liberados graças ao empenho do gabinete do deputado estadual Glaycon Franco (PRTB) junto à secretária estadual de Educação, Ana Lúcia Gazola.

Educação

De acordo com a superintendente Heloísa Gontijo, a verba de 3 milhões e 600 mil reais permitirá, desde pequenas reformas emergenciais, até obras de ampliação dos espaços de ensino. Ela citou os exemplos da Escola Estadual Napoleão Reis, em Lamim, que receberá o maior volume de recursos – mais de 700 mil reais -, e a Antônio Nogueira de Resende, em Buarque de Macedo, zona rural de Lafaiete, que será ampliada para receber também alunos do ensino médio. Os maiores montantes individuais contemplam escolas de cidades de pequeno porte da região.

Como novidade para o ano letivo de 2013, que se inicia no dia 04 de fevereiro, Heloísa Gontijo informou que os secretários municipais de educação das 18 cidades atendidas pela S.R.E foram convidados pelo governo de Minas a aderir ao PIP (Programa de Intervenção Pedagógica), que permite o maior acompanhamento do aprendizado nos ciclos iniciais do ensino fundamental.

Presente à solenidade de assinatura dos termos de compromisso, o deputado estadual Glaycon Franco comemorou a liberação da verba e disse que, em breve, novos recursos devem ser destinados pelo governo do estado para a construção de quadras esportivas em diversas escolas. O parlamentar lembrou que muitas destas instituições de ensino contempladas necessitavam de reparos ou ampliação e aguardavam há mais de 20 anos o recebimento do dinheiro para custear as intervenções.

Glaycon Franco informou também que, atendendo ao pedido que lhe foi feito pessoalmente por alguns diretores, tentará acelerar o processo de liberação da documentação que legaliza a posse dos terrenos que abrigam os prédios de várias escolas da região.

Fonte: Fato Real

DEIXE UMA RESPOSTA