Em plena maior seca dos últimos 50 anos e queda do FPM reclamada por todos os prefeitos do Brasil, faz o prefeito de Maravilha, Carlos Martins Marques(PTB) – “Luizinho” deseja criar de uma só vez cerca de 300 cargos comissionados para “premiar” e cumprir a promessa de campanha de gerar emprego e renda.

300 cargos

Luizinho está sendo acusado de incitar um grupo de pessoas da cidade a pressionar os vereadores para aprovar um projeto criando cerca de 300 cargos comissionados na prefeitura. 0 ato de protesto vai acontecer na próxima terça feira quando tem sessão da Câmara Municipal e será na frente do prédio da Câmara.

O clima é tenso na cidade de Maravilha com os vereadores já solicitaram reforço na segurança para garantir a realização da sessão que vai apreciar o projeto de lei do prefeito Luizinho criando os cargos comissionados.

Para o vereador Vitório Malta(PRTB) a proposta é imoral, já que o município vem sofrendo com a seca e os poucos recursos que estão sendo sobrado na prefeitura deveriam se direcionados para ações de assistência a população atingida pela estiagem.

O município é um dos mais pobres de Alagoas e sobrevive basicamente da ovino-caprinoculutura, que foi durante atingida pela seca e perdeu parte de seu rebanho.

O Ministério Público tão já foi comunicado sobre a atitude do prefeito de criar novos cargos comissionados para atender politicamente seus cabos eleitorais, enquanto a seca castiga o restante da população.

Fonte: Cadaminuto