o ex-senador Luiz Estêvão começa a se mexer para voltar ao cenário político, talvez em 2018.

Ele vai deixar o PMDB do Distrito Federal e se filiar ao pequeno PRTB, a convite do presidente da legenda, Levy Fidelix, que esteve na capital nesta quarta para conversar com o empresário.

“É uma deferência de Levy, de quem sou amigo há muitos anos. Meu objetivo é trabalhar a organização de um grupo político”, revela Estêvão à coluna. Ele ainda não avisou a decisão ao PMDB mas a decisão está tomada. “Há muito tempo eu e Levy estamos amadurecendo a ideia”, complementa.

luiz-estevao

Estêvão evitou no entanto revelar o propósito da troca, mas indicou que tem a ver com as tratativas do PRTB para 2014. “O que não significa que vou assumir o partido no DF”. Mas terá o papel, de acordo com o tratado com Fidelix, de levantar filiar nomes conhecidos na capital na legenda.

Fidelix disse à coluna que Estêvão estaria preparando uma de suas filhas para lançá-la candidata a deputada federal ano que vem. O empresário confirma o interesse do partido, mas nega. “Nenhum filho meu será candidato em 2014?.

Sobre a pretensão de fortalecer o PRTB em Brasília, para tratativas de palanque regional e presidencial daqui a um ano, Estêvão evita declarações que possam comprometer a sua estratégia. “Política é uma atividade em que tudo pode se conversar até uma semana antes da campanha”, sentencia, e em seguida deixa o mistério: “Política é uma arte em que você pode falar tudo, menos o que você pensa”.

Os rumos do PRTB são incertos em 2014, mas Fidelix já se movimenta. Conforme a coluna revelou, ele conversa com o PSB de Eduardo Campos em São Paulo e, chateado com o rumo atual do governo Dilma, de quem é aliado, pode desembarcar na chapa socialista. Nesta quinta à noite, Levy leva ao ar o programa nacional do PRTB em rede nacional de televisão. Vai criticar a política econômica – na linha de Campos – e até citará que a presidente tirou de suas propostas a desoneração da cesta básica.

Estêvão, o novo aliado no DF, porém é mais cauteloso: “Quem apostar hoje de olhos fechados o que vai acontecer daqui um ano, vai embarcar numa canoa furada. É muito cedo, assim é política, sempre foi assim”.

4 COMENTÁRIOD

  1. Fico fliz com a volta de Luiz Estevão as urnas, trabalhei na campanha dele em 1998,acho ele muito inteligente,e com certeza é ganha sua candidatura SEM PRECISAR IR PARA SEGUNDO TURNO

  2. Gostaria muito que o candidato Levi Fidelix tivesse no 2° turno sustentando o partido em sua vitória porem a hora do PRTB ainda não chegou, mas com certeza chegará quando ninguém acreditar ele terá candidatos eleitos e colocados em todos os setores .

    MARCO AMIDANI

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here