Até esta tarde, só 8,5% de quem estava irregular foi ao cartório eleitoral.
Quem não votou pode ter título cancelado; lista oficial sai dia 14.

  Mais de 1,3 milhão de eleitores de todo o país podem ter o título eleitoral cancelado, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (25) pelo Tribunal Superior Eleitoral. Pode ter o documento cancelado quem deixou de votar nas três últimas eleições e não compareceu a um cartório eleitoral até esta quinta para regularizar a situação.

tse

Dados apurados até as 17h desta quinta apontam que apenas 8,5% dos eleitores que tinham títulos irregulares – 128.929 dos 1.514.621 que deixaram de comparecer às urnas – regularizaram o documento.

Os dados finais sobre quantos títulos e os nomes dos eleitores serão cancelados será divulgado pelo TSE no próximo dia 14 de maio.

Segundo o TSE, os eleitores menores de 18 anos, maiores de 70 anos e os analfabetos não são identificados nas relações de faltosos e não podem ter o título cancelado.

A legislação prevê que o eleitor que tiver o título cancelado ficará excluído da participação na eleição, poderá ser impedido de tirar passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público, tomar posse em cargo público e renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here