Marina Silva corre risco de não conseguir as 500 mil assinaturas a tempo para fundar a sua Rede Sustentabilidade. A militância “marinista” usa a internet para conquistar voluntários para a coleta. Ontem, em email enviado por um integrante da Rede na Bahia para vários contatos do País, revelou-se que não há ninguém no Rio Grande de Norte. E não há padrão de trabalho. Na mensagem, perguntam aos voluntários se já iniciou a coleta de assinaturas, quais as formas de abordagem dão certo e quais as dificuldades.

Matracagem

Na mensagem, o “marinista” classifica de Matracagem — de matraca, conversa fiada — o projeto aprovado na Câmara que tira tempo de TV de novos partidos, o que prejudicará a Rede, se criada.

 estadao

Sentença verbal

De Luiz Estêvão, que vai entrar no PRTB: “Política é uma arte em que você pode falar tudo, menos o que você pensa”. Ele está inelegível até o ano que vem. Mas depois…

Tô brabo 

E do presidente do PRTB, Levy Fidelix (SP): “Essa turma toda é fisiológica e nos acusa de legenda de aluguel. Fisiologistas são os chamados grandes”.

Fonte: Blog do DiárioSP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here