Aconteceu ontem no plenário da câmara municipal de Santarém uma Audiência Pública que foi requerida pelo vereador Silvio Amorim (PRTB), referente a questão do Aeroporto da cidade, com a presença dos vereadores em geral e varias autoridades, Deputados, estaduais, entre eles Nélio Aguiar, Antonio Rocha, Deputado Federal Claudio Puty, representante da secretária nacional de aviação, Tiago Meireles, presidente da câmara municipal de Itaituba Wescley Tomás, o ex vereador e agora chefe de gabinete da prefeitura de Itaituba, o advogado, Cesar Aguiar, Valdir Matias Jr Secretário Municipal de Planejamento, presidente da câmara municipal da cidade de Mojuí dos Campos e outras representatividades.

Audiência-Pública

Segundo informações do Deputado Claudio Puty, reproduzidas no http://claudioputy.blogspot.com.br/ a Superintendência regional da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) anunciou, que a empresa responsável pelas obras de ampliação do Aeroporto Maestro Wilson Fonseca, em Santarém, oeste do Pará, não faz mais parte do consórcio de construção, por isso o fim da reforma, que estava previsto para julho, deverá ocorrer no final do ano.

O motivo da rescisão de contrato entre a empresa Sanecon e Infraero ocorreu porque apenas 10% das obras foram cumpridos. Os trabalhos iniciados há oito meses, estavam previstos para serem entregues no próximo mês.

O processo está na justiça. De acordo com o superintendente da Infraero uma nova licitação será aberta para escolher outra empresa. “Queremos que as empresas locais participem dessa licitação, que certamente fica mais fácil administrar uma obra com uma empresa local”, destacou o superintendente da Infraero Altemar Gama.

Na ocasião a audiência pública , foi um pouco tensa pelo fato de ter saído na hora a triste noticia do episodio que aconteceu no Hospital Regional de Santarém, onde o médico, foi alvejado com um tiro, no exato momento varias pessoas, políticos , saíram do local para prestar apoio ao profissional da medicina.

 Fonte: Elias Junior Notícias