Com o fim do recesso parlamentar, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia Móvel, instalada na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE/RR), retomou os trabalhos nessa terça-feira, 6. Os deputados que compõem a comissão se reuniram para estabelecer a agenda de ações para os próximos meses.

alerr

O presidente da CPI da Telefonia, deputado Coronel Chagas (PRTB), o vice-presidente Erci de Moraes (PPS), o relator Flamarion Portela (PTC) e os membros Brito Bezerra (PP) e Ivo Som (PTN) participaram do encontro realizado na Sala de Reuniões da ALE/RR.

Foram definidas, dentre outras, as novas datas das audiências públicas que faltam ocorrer em municípios de Roraima para finalizar essa parte dos trabalhos. No próximo dia 14 de agosto, a CPI da Telefonia estará na sede de Pacaraima para ouvir a sobre a temática. As autoridades e a população dos municípios de Uiramutã e Amajarí também serão convocados.

No dia 5 de setembro será a vez de Boa Vista. A comissão realizará audiência pública na capital com a participação de representantes dos municípios adjacentes: Cantá, Mucajaí e Alto Alegre.

Após a realização das audiências públicas, a CPI da Telefonia irá ouvir representantes da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em Roraima e, em data posterior, os operadores da telefonia móvel.

Falhas nas ligações, serviços ineficientes, propaganda enganosa e cobranças abusivas. Estas são as principais reclamações dos usuários da telefonia móvel em Roraima e que ocupam as primeiras posições no ranking das companhias com mais reclamações nos órgãos de defesa do consumidor. Estes foram os principais motivos para a instalação da CPI da Telefonia Móvel em Roraima, proposta pela Assembleia Legislativa.

UNALE – A União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) lançou um abaixo assinado eletrônico com foco em um novo marco regulatório para as telecomunicações. O link da petição pública está na página da Unale (cpidatelefonia@gmail.com).

DEIXE UMA RESPOSTA