DILMA SE ENROLA DE NOVO COM O ORÇAMENTO. PEDALADA VERSÃO II E O POVO PAGA O PATO!

O que estava prevista para ocorrer nesta sexta-feira, foi adiado para março. O governo tomou a decisão de anunciar apenas no terceiro mês do ano o corte que fará no Orçamento de 2016. A reunião onde essa decisão foi tomada teve a presença da presidente Dilma Rousseff, Jaques Wagner (Ministro da Casa Civil), Valdir Simão (Ministro do Planejamento) e Nelson Barbosa (Ministro da Fazenda).

A decisão foi tomada devido à grande frustração com a arrecadação para este ano e o corte pode chegar a astronômicos 30 bilhões de reais. É isso mesmo que vocês leram: TRINTA BILHÕES DE REAIS. Um valor assustador. Chega a ser impensável que o governo pratique um corte dessa proporção no Orçamento de 2016. Se as coisas já estão precárias do jeito que estão, imaginem com 30 bilhões a menos para o governo investir em áreas tão necessárias para a população?

Como se isso não fosse o bastante, integrantes do governo já reconhecem que é remota a chance de a União cumprir a meta de superávit primário (economia para pagar os juros da dívida) estabelecida para 2016, de 0,5% do PIB. Dia após dia o governo Dilma Rousseff mostra que não tem nenhuma capacidade e competência para administrar o Brasil da forma que ele merece. E, por esse e outros motivos, é imperativo que saiam logo do poder. Só assim poderemos convocar novas eleições e retomar o caminho do crescimento que o país tanto merece e quer.