Filho de um comerciante da área de transporte em Mutum, Jarbas Fidelix e sua mãe educadora, Lecy Araújo, Levy Fidelix foi ainda jovem para a cidade do Rio de Janeiro, que na época ainda era a Capital Federal, onde cursou Comunicação Social, na UFF – Universidade Federal Fluminense, se tornando jornalista e publicitário.

Com apenas 24 anos de idade fundou a Staff Publicidade, tendo também sido diretor de criação nas agencias de publicidade Art&Som e Vogue Publicidade, trabalhou nos jornais Correio da Manhã e Última Hora , onde foi redator da Coluna Contato, sendo revisor no Diário Oficial da União.

Na área governamental, Levy Fidelix atuou como assessor de comunicação, elaborando o primeiro boletim nacional de agricultura, com o nome de Agricultura Urgente, onde lançou a primeira Campanha Ecológica nacional do Brasil a convite do Governo Federal, recebendo medalha presidencial.

Foi um dos fundadores da revista empresarial Governo e Empresa , e também da revista política O Poder.

Por volta do ano de 1976 foi trabalhar como chefe de comunicação da Estanave – Estaleiros da Amazônia, empresa vinculada a Petrobrás.

Em 1982, fundou a Revista Interface, que foi a primeira revista especializada em informática do Brasil.

Em 1983, transferiu-se para São Paulo, onde durante dois anos foi o ancora do programa televisivo TV Informátika nas emissoras TV Bandeirantes e SBT (entre 1984 e 1985), apresentando o primeiro programa nacional de informática , onde entrevistava especialistas da área e políticos, discutindo os impactos e necessidades que o desenvolvimento da informática traria para o país nos próximos anos.

Em 1984, atendendo ao convite de Álvaro Valle, foi um dos fundadores do PL, disputando sua primeira eleição como candidato à Deputado Federal por São Paulo. Transferiu-se depois para o Partido Trabalhista Renovador, onde disputou sua segunda eleição, novamente como candidato a Deputado Federal.

Nos anos de 1989 e 1990, foi um dos assessores de comunicação da campanha à Presidência da República de Fernando Collor de Mello.

Finalmente em 1992, fundou o PTRB, que antecedeu o atual PRTB – Partido Renovador Trabalhista Brasileiro, constituído em 1994, onde pela primeira vez tentou disputar uma eleição majoritária para Presidência da República, sem contudo poder registrar-se, devido questões de legislação eleitoral da época.

Em 1996 candidatou-se para prefeito de São Paulo/Capital. Em 1998 disputou o cargo de Governador do Estado de São Paulo em 2000 postulou a Vice-Prefeitura da Capital/SP. Em 2002 foi candidato ao governo do estado de São Paulo , em 2004 também para Vereador na Capital e em 2006 para Deputado Federal pelo Estado de São Paulo.

Em 2008 foi candidato a prefeito de São Paulo e decidiu apoiar a candidata Marta Suplicy (PT). Em 2010, foi candidato a presidente da república pelo PRTB.

Em 2011 anunciou a sua candidatura para prefeito de São Paulo em 2012. Na sua 12ª candidatura a um cargo público escolheu o retorno do “janismo” como mote de sua campanha.

Nas eleições de 2014, Levy Fidelix novamente foi candidato à Presidência da República. A candidatura de Fidelix teve apoio de de boa parte da sociedade brasileira. Fidelix se apresentou como um candidato de direita com discurso conservador em prol da família, da ética e dos bons costumes, o que lhe rendeu meio milhão de votos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here