O presidente do PRTB, Levy Fidelix, criticou a rede Globo por sua abordagem da polêmica que se instalou após uma “performance” no MAM ter uma criança sendo estimulada a tocar um homem nu.

Na cobertura da emissora, as pessoas que se indignaram com a cena foram comparadas a traficantes que destruíram um templo religioso. Fidelix manifestou sua indignação: “A Globo, mais uma vez, no Fantástico, com seus apresentadores, colocou panos quentes, chamando a si a responsabilidade e dizendo que os brasileiros não podem abrir mão da arte. Eu pergunto: arte é pedofilia?”

Para Fidelix, há um esforço conjunto, financiado por bancos e apoiado por parte da imprensa, para promover a degradação da sociedade: “Estão trazendo as coisas mais excrescentes à telinha da TV. O estrago já foi feito, sim. Esse caso do Santander, no Rio Grande do Sul, uma excrescência. Agora aqui em São Paulo, o Itaú, no MAM, promoveu a mesma coisa. Será que o Bradesco terá coragem de fazer a mesma besteira? A que ponto chegou o Brasil? A inversão de valores! “.

O presidente do PRTB, a mudança no poder é urgente: “Esse povo não pode continuar no poder. Senhores militares, eu clamo aqui: assumam essa nação antes que acabem com ela! A divisão da Nação já está aí, a olhos vistos. Separatismo no Sul e no Norte, e cadê Meirelles, Temer, Eunício? Não têm moral. Estão tentando botar panos quentes na questão do STF ter afastado um senador. Estão coonestados. E a próxima eleição, com essas urnas eletrônicas fraudáveis, como fica?”.

Segundo Levy Fidelix, o Estado deve cortar o financiamento aos “artistas” que promovem a degradação dos costumes: “Então, dona Globo, não venha com pesquisinhas dizendo que é tudo normal, é tudo natural, juntamente com esses Illuminatis que estão financiando a pedofilia. E essa lei Rouanet. Vergonhosa, essa lei Rouanet! Uma vergonha absoluta. Estão dando dinheiro para artista sem necessidade, financiando pedofilia nas universidades. Apresentação de teatro com nu. Olha que vergonha a que chegamos! Olhe nossas crianças, nas mãos de quem, “através da arte”. Que arte? Isso é pedofilia, é crime. Está aí o Estatuto da Criança e do Adolescente. Estamos chegando ao limite, o povo brasileiro não aguenta. Fora a insegurança nacional, em todos os níveis: armas, drogas, penitenciárias superlotadas, crime, favelas em todo lugar. Até que ponto o país vai aguentar? Por mim, tira esse governo imediatamente, que assuma o povo!”.

Com informações do site “Folha Política” em http://www.folhapolitica.org/2017/10/atencao-crime-globo-e-artistas.html